Legião da Fraternidade
O Ciclo Evolutivo Global
Khaléu

 

                 A criação divina não cessa no Universo. E, assim, o Universo está sempre em expansão, não em tamanho, porque ele é naturalmente infinito, mas em novas moradas que são formadas com diversos objetivos evolutivos.

                Galáxias surgem, ocupando parte do vasto oceano cósmico, bem como inúmeros sistemas solares, que se constituirão em palcos destinados ao circuito reencarnatório de espíritos em aprendizado.

                Toda essa mecânica se processa a partir de forças centrípetas e centrífugas com base nos plasmas divinos, ou Telema, manipulados por entidades espirituais de elevado conhecimento, através da telecinésia espirítica. Diz-se manipulados, porque a força mental empregada no processo equivale à manipulação das forças da natureza, no sentido de adequação da matéria a formas precisas. Como num grandioso trabalho artesanal, onde são criadas obras de arte de magnitudes inigualáveis.

                Dessa forma, a fase inicial da criação planetária se faz através de entidades espirituais, a partir de vibrações mentais coordenando a dinâmica dos átomos, e que patrocinam a afinidade molecular. Já uma segunda etapa, envolve encarnados, originários de esferas planetárias mais evoluídas, e que realizam no planeta recém-criado visitas de avaliação e de conhecimento.

                Essas visitas ocorrem quando a estrutura planetária já se encontra completa, e o ciclo de vida entra em processo de formação. Nesse estágio, esses irmãos colhem dados sobre a mônada local, vegetação, energias, minerais, formas de vida, entre outros subsídios, através de postos de pesquisas e de estudo estabelecidos no próprio planeta. Também são pesquisados os satélites porventura existentes, distância do sol local, e construídos mapas celestes com a localização de astros, sob o ponto de vista de quem se encontra naquele lugar. Vários desses registros ficarão no planeta após os estudos, dispostos em diversas apresentações primárias, como uma contribuição para o progresso das civilizações vindouras, ainda ignorantes e carentes de ensinamentos.

                À medida que os seres encarnados forem surgindo, como espíritos em evolução, os irmãos, que antes estiveram no local estudando, continuam a atividade de monitoramento da vida. Acompanham inúmeras questões envolvendo alterações físicas da estrutura planetária, a evolução sócio-espiritual dos encarnados, o progresso científico, pensamentos individuais e coletivos pela telemnésia, bem como a forma como os estudos deixados estão sendo compreendidos. Isso servirá para pesquisas comparativas com outras civilizações, e também para subsidiar estudos em andamento nos planetas recém-criados. Assim, o conhecimento poderá ser aprimorado, de forma a contribuir para o progresso de vidas físicas a serem geradas em inúmeras regiões em evolução.

                Tal acompanhamento, entretanto, não permite interferência nos livres-arbítrios individuais e coletivos do planeta que está sendo monitorado. Apenas comunicações mentais são permitidas, como forma de somarem ensinamentos de paz e de amor a Deus, a exemplo do que fazem os espíritos de luz, através do trabalho mediúnico.

                Dessa forma, a evolução espiritual de cada planeta é estudada amplamente por seres encarnados de civilizações distantes, bem como por entidades espirituais que coordenam inúmeros procedimentos reencarnatórios e karmáticos. Os quais contribuem com ensinamentos, porém sem interferir no livre-arbítrio. Pois evolução espiritual é uma tarefa que cabe a cada homem realizar pelo próprio esforço, conforme ensinou Jesus.

voltar-